Arquivo ♥


«Imagina que te escrevo em voz baixa. Falamos sempre baixo quando queremos que acreditem nas nossas palavras. E tudo o que aqui escrevo é verdade.» 

Esta espécie de diário que criei para ti, para um dia mais tarde te tentar mostrar o que me passou pela cabeça em cada momento, para te tentar transmitir o que sinto e o que representas para mim, está vazio; não de sentimentos porque esses sobrevivem aos quatrocentos e noventa e nove quilómetros que nos separam, mas de histórias e aventuras que vivemos juntos.

Todos os dias me recordo de ti em pequenas coisas e é aí que se revela a importância que ainda tens para mim.
Confesso que, sempre que me lembro de alguma memória nossa (por mais insignificante que seja) faço questão de a transformar em palavras para que ela fique registada e eternizada.

O título que eu dei a este pequeno cantinho onde deixo pedaços de sentimentos e recordações não foi por acaso, não me quero esquecer de ti. Nem irei fazê-lo porque representas parte inesquecível e inapagável da minha existência e sempre que me lembrar de algum pormenor insignificante podes crer que ele estará aqui descrito em algumas linhas de saudade. 

5 comentários:

  1. Desculpa a demora a responder-te, mas tenho estado muito ausente, não tenho tido mesmo tempo, mas queria agradecer-te pelas tuas palavras reconfortantes, adorei.
    Obrigada mesmo ♥

    ResponderEliminar

Uma opinião? ♥